26 dezembro, 2010

Ela


Saudade, de mão frágil e bela,
só se abre pelo beijo caridoso dela.

Nenhum comentário: